HISTÓRICO

A história de Almirante Tamandaré do Sul começou em 1914, quando os primeiros colonizadores chegaram na localidade, que recebeu este nome por sugestão de um expedicionário da Guerra do Paraguai, que participou da mediação das áreas onde foi iniciado o loteamento, em reconhecimento ao patrono da Marinha de Guerra do Brasil, Joaquim Marques Lisboa, o Almirante Tamandaré.

 

A luta pela emancipação começou em 21 de setembro de 1990, através da mobilização da comunidade. O êxito da campanha deu-se em 16 de abril de 1996, com a publicação no Diário Oficial do Estado da lei que criou o município de Almirante Tamandaré do Sul. A primeira eleição foi em outubro de 2000, sendo eleitos João Domingos Rodrigues da Silva como prefeito e Edohy Ferreira da Silva como vice-prefeito.

 

Os primeiros moradores foram João Dias de Meira, Polidoro Ferreira Albuquerque e Antônio Penteado de Quadros. Os primeiros estabelecimentos comerciais foram de David Tatin, Miguel Benn, Augusto Diehl e Pedro Binsfeld.

 

A imigração se deu por parte de alemães e italianos, sendo cada etnia responsável por praticamente 50%.

 

Os alemães escolheram a sede do município e o distrito de Rincão do Segredo. Chegaram por volta de 1912 as famílias de Christiano Ohse, Guilherme Haubert e João Kraemmer

 

Origem do Nome

 

Joaquim Marques Lisboa, o Almirante Tamandaré, que é patrono da Marinha de Guerra do Brasil, nasceu no Rio Grande do Sul em 1807 e morreu em 1897. No dia de seu nascimento, 13 de dezembro, é comemorado o Dia do Marinheiro, em homenagem a este brasileiro que comandou a Marinha em diversas ações no país e no exterior. Salvou pessoas, tripulações e navios, dando sempre exemplo de heroísmo e espírito humanitário.

O nome do hoje município de Almirante Tamandaré do Sul foi sugerido por um expedicionário da Guerra do Paraguai que participou da medição de áreas onde foi instalada a colonização e o loteamento que anos mais tarde formou a vila de Almirante Tamandaré.